A brevidade da vida.


Somos imortais em nossa infância e juventude; a força, as esperanças, realizações, desejos, amores, sentimentos, alegrias e festas estão todas lá a nossa volta. O mundo nos pertence e cabe a ele nos dar tudo que nos é propicio para aquela fase.

Então a morte é somente uma palavra no futuro que não tem significado para aquele momento, com o corpo e os hormônios em perfeita ebulição o mundo dos prazeres carnais e sublime nos rodeiam, somos do mundo e o mundo é nosso pomar que podemos colher os frutos ao bel prazer.

A vida vai passando, as realizações não se realizando, os fatos não se concretizando e o que achávamos que seria fácil e nosso de direito não chega, se atrasa ou simplesmente não é nosso como realmente pensávamos.

 Ai vamos enxergando a vida de uma ângulo mais cinza e real dos fatos, a maturidade vai se estabelecendo e os rompantes de antes ficam no passado juvenil como a brevidade daquela fase

Postagens Populares